Bebés irritados - o que fazer?

Bebés irritados - o que fazer?


Os bebés são capazes de um mundo de ternura e meiguices mas também podem ter acessos de irritabilidade difíceis de controlar. A má disposição nos Pulguinhas pequenos pode ter várias causas, para além das habituais fome, cólicas ou alarme da fralda. Falámos com Daniela Ganchas, especialista em Osteopatia infantil para perceber quais as causas mais comuns na irritabilidade do bebé e como podemos ajudar a ultrapassar e trazer conforto.




Há várias causas que levam à irritabilidade dos bebés. Quais as mais comuns?


Temos de olhar para um recém nascido como um ser que vem em modo de sobrevivência, sem quaisquer modelações sociais ou culturais. Isto é, o bebé nasce programado para procurar a sua segurança e alimentação na mesma medida que tinha no ambiente intra-útero.
Assim, as causas mais comuns de irritabilidade no bebé nos primeiros meses são a insegurança/ medo, a imaturidade do sistema nervoso central processar todos os estímulos ambientais a que é sujeito (temperatura, ruído, odores, luzes, toque), fome e sono.






Como é que o acto de pegar no bebé pode ajudar a superar algumas dessas causas de irritabilidade?



Bem, a resposta a esta questão é bem simples, basta colocar-se no lugar desse bebé. Sabemos que a única referência de segurança que tem é do meio uterino, onde era embalado pelo líquido amniótico, ouvia a voz e coração da mãe, tinha a sua temperatura estável e era alimentado em contínuo. Ao pegar no bebé estamos a simular grande parte dessa memória, o bebé acalma e sente-se mais tranquilo. Este gesto tão instintivo, de dar colo, existe para permitir ao bebé se desenvolver com uma base de segurança e isso, permite-lhes tornarem-se mais independentes.






Como é que o colo do Sling Wrap pode ser também uma fonte de consolo e conforto para o país/portadores?


Na verdade, existem inúmeros benefícios para o portador:
-Uma vez que o bebé está mais tranquilo, os pais/portadores também estarão mais serenos e conseguirão responder às necessidades do bebé de uma forma mais rápida e eficaz.
-O sling-wrap vai permitir colmatar as necessidades do bebé ao mesmo tempo que permite ao portador executar tarefas do dia a dia, profissionais ou sociais.
-O facto de bebé e portador estarem tão próximos permite cria um vínculo emocional entre os dois, a partir do equilíbrio hormonal.
-Tudo isto sabendo que o bebé está bem posicionado e que o portador não sofrerá com dores de costas ou de braços.

 É uma situação benéfica para todos.






Daniela Ganchas é Mãe de 4, Fisioterapeuta especializada em Osteopatia Infantil, formadora e produtora de conteúdos.

Saiba mais:

Bebé da Mamã, Avenida Quinta Grande 46, Alfragide
938723888

Kinetic
Avenida Sidónio Pais 10, 2 drt, Lisboa
913733311

e-mail: Thepeperit@gmail.com
Instagram: @danielaganchas_thepeperit

Deixe o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios

Nome:
E-mail: (Não público)
Comentário:
Type Code

Categorias do Blog

Artigos populares

Artigos recentes

Procurar no Blog

Arquivo do Blog