Yoga com o bebé – entrevista com Anne Sobotta

Yoga com o bebé – entrevista com Anne Sobotta

 

 

 

Anne Sobotta (AS) está de visita a Portugal para várias formações e workshops e aproveitámos a oportunidade para uma entrevista sobre a prática de yoga no pós-parto, numa experiência única entre mãe e bebé. Pegamos no Sling Pulguinha e vivemos esta experiência num abraço.

 

 

 

A combinação de Yoga e Massagens. Como é que este programa foi criado e quais os seus objectivos?

 

 

AS - Que boa pergunta! Bom, preciso de falar um pouco minha história, pois creio que minha abordagem do “yoga com bebés” é singular. Quando trabalhava apenas com yoga para grávidas, tinha muita procura das minhas alunas para continuar a praticar depois, já com os bebés. Mas não me sentia muito qualificada para isso e não gostava das coisas que via em livros ou em vídeos, principalmente da mulher tentando fazer yoga como o bebé deitado no tapete. Não me parecia funcionar, não me parecia atender a demanda real das mulheres, nem trazer benefícios para o bebé.

 

Então, comecei a pesquisar, ir atrás de vários profissionais não apenas do yoga mas do desenvolvimento infantil, da psicologia, da fisioterapia pélvica, das práticas somáticas, etc.

Ao nível da massagem para bebés, estudei vários abordagens mas o que mais me impactou foi o trabalho do britânico Peter Walker, que já esteve algumas vezes em Portugal, e com quem tive o prazer de colaborar coorganizando o primeiro curso dele em Lisboa alguns anos atrás.

 

 

 

 

“Desmembrei” e remontei posturas do yoga para criar séries de movimentos - que chamo de “brincadeiras de yoga” - que dão suporte ao desenvolvimento psicomotor do bebé, de forma sempre atenta a suas fases de desenvolvimento (rolar, rastejar, engatinhar, sentar) e ao seu ambiente familiar e, claro, a possíveis questões específicas a cada idade mãe-bebé.

 

Essas “brincadeiras” mesclam-se muito bem com várias coisas que o Peter traz no seu estilo de massagem, pois o objetivo é o mesmo.A partir disso, montei práticas para as diversas fases da vida do bebê durante seu primeiro ano. Nas aulas, alternamos momento de massagem que são mais intimistas, focadas no sentido do toque, e momentos das brincadeiras de yoga que sempre se dão com músicas e canções, uma linguagem do ritmo muito importante para o bebé pois contribui como mecanismo regulador… além de toda a alegria das brincadeiras!

 

Geralmente, as aulas começam com uma primeira fase mais focada no bebé, e quando os bebés dormem, ou mamam, ou apenas querem colo, a aula individualiza-se um pouco mais para dar uma atenção específica a cada mulher, vendo qual a prática que pode ser mais benéfica para ela naquele momento, e as aulas terminam com um momento coletivo de novo, seja um relaxamento ou uma meditação em movimento, que é sempre algo muito bonito e surpreendentemente eficiente para trazer todas as mães e os bebês para um lugar de harmonia e paz.

 

 

 

 

O que podemos esperar na prática de Yoga com as Pulguinhas?

 

 

AS - Nas aulas como eu as ensino, pois há muitas diferenças entre os estilos de aulas de yoga mães e bebês, podemos esperar muito.

 

Um momento de calma na tempestade!

 

Um espaço com pessoas que entendem que puerpério é um momento de fusão cheio de contradições, dúvidas e maravilhas, e que protegem esse momento.

Um espaço que entende que a mulher no puerpério precisa rir, chorar, dançar, dormir, tudo no mesmo tempo e tudo separado, e tudo bem!

 

Um espaço que dá tempo às mulheres, um espaço para perceber que todas aquelas cobranças afinal não são dela, mas da sociedade, e que talvez não precisa tanta pressa, nem tanto stress.

 

Um espaço onde, sim, a mulher vai poder conversar com uma profissional sobre sua dor nos punhos, sua diástase, sua incontinência, seu prolapso etc, para ver o que pode ser abordado na aula de yoga e quando precisa de ser encaminhado para um profissional de saúde especializado.

 

Um espaço onde a mulher vai poder expressar todas suas dúvidas sobre seu bebé: “ele não dorme”; “é normal querer mamar toda hora?”; “tenho medo de colocar no chão”; “preciso voltar a trabalhar e não sei como fazer”; “os bebés das minhas amigas fazem isso e isto mas o meu não”.

 

 

 

 

 

Um espaço onde a mãe pode ser acolhida, escutada e auxiliada sem julgamentos nem receitas prontas.

 

Um espaço que apoio o respeito ao tempo e as necessidades do bebé e ao seu desenvolvimento saudável.

 

Um espaço onde a mulher vai poder ao mesmo tempo divertir-se e relaxar.

 

Um espaço para encontrar amigas para o resto da vida!

 

Saiba mais sobre os benefícios do yoga na gravidez aqui

 

 

 

 

 

Mais sobre os eventos:

 

 

1)     Especialização em Yoga para Grávidas

 

Datas:

Módulo 1- 17, 18 e 19 Maio | Módulo 2- 31 Maio, 1 e 2 Junho | Módulo 3- 14, 15 e 16 Junho

 

Local:

Be.Live : Avenida Fontes Pereira de Melo 29 3º Andar, 1050-117 Lisboa.

 

Site: bit.ly/CursoYogaParaGestantes

 

 

 

 

 

2) Capacitação em Yoga para Mães e Bebés, com massagem para o bebé o yoga para o pós-parto

 

Data: 23, 24, 25, e 26 de Maio de 2019

 

Local: Lab108. Rua Comandante António Feio 9, 2º andar. Cacilhas. Área Metropolitana de Lisboa.

 

 

Site: http://bit.ly/CursoYogaMaesBebesLisboa2019

 

 

 

Contatos:

 

E.mail: annesobotta.cursos@gmail.com

Site: yogaparagestantes.com

FB: @YogaparaGestantesMães&Bebês

Instagram: @anne_sobotta_yoga

Whatsapp: +55 12 99631-9799

 

https://yogaparagestantes.com/quem-somos/

 

Deixe o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios

Nome:
E-mail: (Não público)
Comentário:
Type Code

Categorias do Blog

Artigos populares

Artigos recentes

Procurar no Blog

Arquivo do Blog